Automação de marketing: como criar uma estrutura eficiente?

Automação de marketing: como criar uma estrutura eficiente?

Aumentar e melhorar resultados são os principais objetivos das ações de todas as empresas. É por isso que a automação de marketing se tornou uma estratégia altamente utilizada, especialmente quando tratamos de agências digitais.

Mesmo assim, ainda existem muitas dúvidas acerca deste trabalho. Alguns acreditam, por exemplo, que agendar a publicação de posts em redes sociais seja a sua base.

Embora essa ação faça parte da técnica, ela é extremamente simples e não aborda todas as táticas utilizadas pela metodologia.

É importante, então, entender exatamente o plano de ação proposto pela automação de marketing para, assim, implementá-lo em seu trabalho e otimizar a sua visibilidade.

O que é a automação de marketing?

Simplificadamente, a automação de marketing representa uma ação que busca entender exatamente como o lead age para, assim, criar estratégias que combinem com o seu perfil. 

Dessa maneira, a interação será promovida de maneira mais natural e eficiente. É possível dizer, então, que esse trabalho é personalizado, além de escalável. Vamos entender o que essas duas características significam.

O serviço é personalizado porque é criado de acordo com as necessidades do lead. Ou seja, antes de tudo, é preciso entender qual é o perfil desse cliente e em qual momento da jornada de compra ele se encontra. 

Assim, será possível criar conteúdos que chamem a sua atenção de forma eficiente e tenham ligação com seus interesses e necessidades.

Ao mesmo tempo, é escalável porque é um trabalho que deve ser feito com vários leads que possuam o mesmo perfil de forma simultânea.

Podemos dizer que a automação de marketing oferece muitos benefícios. Dentre eles, a melhoria na retenção de clientes (pelo fato da comunicação ser personalizada), a redução de ciclo de vendas (aumenta o número de leads para o fundo do funil) e, consequentemente, a diminuição no custo de aquisição de um lead (o investimento em sua nutrição é mais barato).

Os diferentes tipos de fluxo de automação de marketing

Toda campanha automatizada se baseia em duas etapas muito importantes. A primeira delas é o planejamento, que consiste em construir toda a jornada de compra de um possível lead.

Isso inclui, portanto, a definição dos conteúdos que serão oferecidos para o cliente em cada uma das fases pelas quais ele irá passar.

É nesse momento, também, que se cria a buyer persona – ou personas – que irá dar base para a linguagem, tom de comunicação e abordagem de todo o projeto.

Depois, partimos para a implementação da campanha. Aqui, os fluxos começarão a surgir, tendo como parâmetro o que foi feito no estágio anterior.

Antes de estruturá-los, contudo, é preciso estabelecer exatamente qual tipo de fluxo será utilizado em sua automação de marketing. 

Para isso, devemos ter de maneira bastante clara em nossa mente a complexidade do produto. Quanto mais complexo ele for, mais etapas ele terá até obter o sucesso na captação de clientes. Em contrapartida, quanto mais simples, mais direto.

Isso porque quando o público possui amplo conhecimento sobre um produto ou serviço prestado, não necessita ser educado acerca do assunto para fechar o negócio. Isso agiliza o processo e simplifica o fluxo.

Além da venda direta, que diz respeito a compras feitas no momento de impulso – normalmente porque já existe uma demanda, é preciso simplesmente captar os leads – existem quatro tipos de fluxos que são bastante importantes. Vamos conhecê-los!

Fluxo de 1 etapa

Nesse caso, o mercado é maduro. Isso quer dizer que ele já possui conhecimento do serviço e produto que está sendo oferecido, mas ainda não tem certeza de que realmente precisa dele em sua vida ou negócio.

O objetivo desse fluxo, portanto, é mostrar quais são os diferenciais do seu serviço. Assim, indicamos exatamente o porquê daquele lead precisar fechar o negócio.

Fluxo de 2 etapas

O fluxo de 2 etapas é utilizado quando temos um público semi maduro. Ou seja, ele possui certo conhecimento sobre o segmento em questão, mas ainda precisa consumir um pouco mais de conteúdo para que sinta confiança no momento de entrar em contato com o seu negócio.

Sendo assim, é muito provável que a sua empresa se torne a responsável por nutrir esse lead, tornando-se a sua referência no que diz respeito ao seu segmento, o que também cria uma relação de fidelidade.

Fluxo de 3 etapas

Aqui, o lead possui pouquíssimo conhecimento sobre o mercado. Normalmente, trata-se de serviços e soluções novas, que ainda não são amplamente divulgadas. É preciso educar e conscientizar o público para, então, despertar o seu desejo.

No fluxo de 3 etapas, utilizamos o conceito de topo, meio e fundo de funil. Ou seja, iremos criar conteúdos que sejam pertinentes para aquela pessoa que quase não possui conhecimento sobre o assunto mas também para aquelas que estão procurando se aprofundar no segmento.

Fluxo de 4 etapas

Por fim, temos o fluxo de 4 etapas. Ele é o mais complexo de todos e, por isso, quando entendemos o seu funcionamento, fica muito mais fácil compreender como funcionam os outros.

Normalmente utilizamos este fluxo quando o mercado não possui nenhum tipo de conhecimento acerca do segmento. Ou seja, tudo é muito novo, e é preciso criar um método que irá lhe oferecer todas as informações possíveis para que ele não somente se interesse pela solução oferecida, mas também sinta a necessidade de adquiri-la.

Aqui é necessário ter paciência, pois esse fluxo demanda mais tempo e muito mais conteúdo.

E agora? Como colocar tudo isso em prática?

Caso você esteja sentindo que são muitas informações, não se preocupe: no começo, isso é completamente normal.

Entretanto, conforme vamos estudando e entendendo mais sobre o assunto, percebemos que a automação de marketing é extremamente necessária, afinal, nos oferece inúmeros benefícios.

Com ela, por exemplo, somos capazes de entender exatamente quais são as necessidades do público. Assim, garantimos o sucesso de um negócio, mesmo que isso pareça improvável por uma série de motivos.

Trabalhamos com todos os tipos de fluxos para sempre oferecer as melhores soluções aos clientes.

Em parceria com a PhoneTrack, desenvolvemos um teste completo e gratuito para você descobrir o que pode estar faltando para gerar mais leads e fechar mais vendas. Confira:

 

 

Ainda não há comentários! Você é o primeiro a comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *